Termina hoje a greve de médicos do Centro Hospitalar de Lisboa

Reivindicando a aplicação da tabela máxima no pagamento das horas extraordinárias

08 julho 2004
  |  Partilhar:

Termina hoje a greve de cinco dias dos médicos do Centro Hospitalar de Lisboa (CHL) -hospitais de S. José, Capuchos e Desterro -, desencadeada pela Federação Nacional dos Médicos (FNAM) para reivindicar a aplicação da tabela máxima no pagamento das horas extraordinárias no serviço de urgência aos médicos sem exclusividade e aos médicos do internato complementar.Esta é a segunda paralisação destes profissionais no espaço de um mês e que ameaça eternizar-se, uma vez que o Ministério da Saúde se recusa a proceder a tal pagamento. Para Pilar Vicente, médica especialista do Hospital de S. José e dirigente da FNAM, «a adesão a esta greve obteve o mesmo nível da greve desencadeada em Julho, tendo provocado a suspensão de algumas cirurgias programadas e o adiamento das consultas externas, principalmente na segunda e na quarta-feira».Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.