Terapia genética para reparar células cardíacas danificadas

Vírus transporta um gene para o interior de células do coração

05 abril 2004
  |  Partilhar:

Cientistas norte-americanos utilizaram terapia genética em laboratório para ajudar células do coração danificadas a voltar a funcionar normalmente, indica um estudo hoje divulgado pela Associação Americana do Coração (AHA).Trata-se de «uma etapa para eventuais ensaios clínicos em seres humanos», declarou a equipa de cientistas, dirigida por Walter Koch, do Jefferson Medical College da Universidade Thomas Jefferson de Filadélfia (Pensilvânia).Os investigadores utilizaram um vírus para transportar um gene para o interior de células do coração de indivíduos que tinham sofrido de insuficiência cardíaca congestiva. O gene bloqueia a actividade de uma enzima, a quinase beta- bloqueante, que tem a particularidade de aumentar nos corações afectados por esta afecção e que contribui para a perda de força contráctil do coração durante o desenvolvimento da insuficiência cardíaca.Quando a actividade desta enzima é bloqueada graças à terapia genética, as células do coração voltam a contrair-se normalmente, sendo melhorado o seu desempenho em conjunto, constataram os investigadores.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.