Terapia genética combate cancro renal metastático

Estudo publicado na revista “Cancer Biology & Therapy”

13 janeiro 2011
  |  Partilhar:

Cientistas da Virginia Commonwealth University, EUA, desenvolveram uma terapia genética baseada num vírus que trata o carcinoma de células renais. O estudo foi publicado na revista “Cancer Biology & Therapy”.

 

Este tipo de terapia parece duplamente eficaz, dado que, além de matar as células cancerosas no tumor primário, também consegue atingir tumores distantes que não estão directamente infectados pelo vírus.

 

O carcinoma de células renais é a forma mais comum de cancro renal em adultos e, actualmente, não existe um tratamento eficaz para a doença, uma vez que ela se propague para fora do rim.

 

Neste trabalho, a equipa liderada por Paul Dent, testou um fármaco aprovado nos EUA para tratar o cancro dos rins, o sorafenib, em conjunto com um adenovírus, o Ad.5/3-mda-7.

 

Os adenovírus são vírus conhecidos por infectar o tracto respiratório superior. Mas, quando usados para fins terapêuticos, o material genético nocivo é substituído por genes envolvidos na activação dos processos biológicos no interior das células infectadas.

 

Nesta investigação células saudáveis e cancerígenas foram infectadas com o adenovírus modificado, para que estas secretassem uma proteína, MDA-7/IL-24, capaz de impedir o desenvolvimento do cancro. As experiências foram realizadas em ratinhos.

 

“Embora sejam necessárias mais investigações, esta terapia pode ser uma nova e eficaz maneira de tratar o cancro renal metastático e prolongar a vida do paciente”, explicou, em comunicado enviado à imprensa, o líder da investigação.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.