Terapia de substituição hormonal relacionada com cancro dos ovários

Estudo publicado no "Journal of American Medical Association"

16 julho 2009
  |  Partilhar:

A utilização de terapia de substituição hormonal aumenta o risco de desenvolvimento de cancro dos ovários, revela um estudo publicado no “Journal of American Medical Association”.

 

A equipa, liderada por Lina Steinrud Morch, do Rigshospitalet, em Copenhaga, Dinamarca, já tinha verificado anteriormente que a terapia de substituição hormonal, que consiste no uso de estrogénio ou progesterona, ou das duas hormonas combinadas, para o alívio dos sintomas da menopausa, estava relacionada com o desenvolvimento do cancro da mama.

 

Para este estudo, esta mesma equipa de investigadores, acompanhou desde 1995 a 2005 mais de 900.000 mulheres dinamarquesas com idades compreendidas entre os 50 e os 79 anos.

 

Durante o período de acompanhamento, os investigadores detectaram o aparecimento de mais de 3.000 tumores nos ovários, sendo que as mulheres que estavam a utilizar hormonas tinham um risco 40% maior de desenvolver este tipo de tumores.

 

Os autores concluíram que a probabilidade de desenvolvimento de cancro dos ovários é um dos vários factores a considerar quando se avaliam os riscos e os benefícios da utilização da terapia hormonal de substituição.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.