Terapia de choque para pedras nos rins ligada a diabetes

Estudo da Mayo Clinic

20 junho 2006
  |  Partilhar:

 

O tratamento conhecido como litotrícia por ondas de choque electromagnéticas pode levar, a longo prazo, a diabetes e hipertensão, segundo um estudo norte-americano.
 

 

Investigadores da Mayo Clinic, EUA, alertaram para os efeitos secundários da destruição de cálculos renais por ondas de choque electromagnéticas. Num estudo recente, descobriram que esse tratamento, usado para pedras no rim, aumenta significativamente o risco de diabetes e hipertensão. O risco de diabetes foi relacionado à intensidade do tratamento e à quantidade de ondas de choque administradas, e a hipertensão, ao tratamento de pedras em ambos os rins.
 

 

A litotrícia por ondas de choque electromagnéticas utiliza as ondas para partir uma pedra no rim em pedaços pequenos como grãos de areia, que podem ser expelidos espontaneamente pela urina, demorando, em média, um mês.
 

 

"Essa é uma descoberta completamente nova", disse Amy Krambeck, urologista da clínica e investigadora do estudo. " O risco de desenvolver diabetes depois da litotrícia por ondas de choque é quase quatro vezes maior do que o risco em pessoas que foram tratadas com medicamentos; e o risco de hipertensão é 1,5 vezes maior, o que é um aumento bastante significativo".
 

 

O estudo, que é a primeira análise dos efeitos a longo prazo da litotrícia por ondas de choque electromagnéticas, envolveu a revisão do quadro clínico de 630 pacientes tratados com a litotripsia em 1985 na Mayo Clinic.
 

Os investigadores acreditam na hipótese de que o aumento do risco da diabetes associado à terapia de ondas de choque tem a ver com danos infligidos ao pâncreas, um risco previamente conhecido da litotrícia, que pode afectar as células do pâncreas que produzem insulina. Também acreditam que o maior risco de hipertensão pode ser provocado pela cicatriz que o tratamento possa deixar nos rins, e que poderia alterar a segregação das hormonas.
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.