Técnicos de prótese dentária prestam cuidados ilegais

Denúncia da Ordem dos Médicos Dentistas

24 maio 2012
  |  Partilhar:

Os técnicos de prótese dentária estão a prestar cuidados de saúde oral aos utentes, sem terem formação, colocando estes últimos em risco de sofrer lesões graves, uma prática ilegal que levou a Ordem dos dentistas a queixar-se às entidades competentes.

 

A Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) apresentou denúncias ao Infarmed, Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, e à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde, e ameaça avançar com uma queixa no Ministério Público, se nada for feito para travar estas “práticas abusivas”.

 

O bastonário da OMD, Orlando Monteiro, revelou à agência Lusa, que foram detetados, em todo o país, 29 casos de estabelecimentos fabricantes de próteses dentárias, que estão a atender doentes e a oferecer cuidados de saúde diretamente ao público.

 

Em quase todos os casos denunciados pela OMD, esses serviços de saúde são publicitados à porta dos estabelecimentos, numa clara violação da lei, que proíbe a intervenção direta destes técnicos na boca dos doentes.

 

Orlando Monteiro explicou que estes profissionais têm a função de elaborar as próteses dentárias e outros dispositivos desenhados e prescritos por dentistas, que posteriormente os colocam e fazem o acompanhamento do doente, ficando responsáveis pelos dispositivos e pelos danos que estes possam causar.

 

“O que está a acontecer é que alguns destes técnicos estão a colocar diretamente as próteses, sem acompanhamento, elaborando funções de âmbito médico”, disse o bastonário, alertando para os riscos associados.

 

Para Orlando Monteiro, este tipo de prática pelos técnicos de prótese dentária pode conduzir a diversas situações que colocam em risco a saúde dos utentes: lesões na boca que se podem tornar malignas, próteses apoiadas nos dentes errados levando a que estes se estraguem e percam mais tarde e alergias.

 

Na opinião do bastonário o que leva estes profissionais a tais práticas, e os doentes a procurá-las é talvez a “crise económica” que pode suscitar “a tentação de técnicos com poucos escrúpulos a aproveitarem-se da situação para fazer sentir aos utentes que é mais barato”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.