Técnica inovadora devolve qualidade de vida aos pacientes cardíacos

Centro Hospitalar de Gaia/Espinho participa no estudo

16 março 2012
  |  Partilhar:

O Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Gaia/Espinho está a participar num estudo clínico europeu que pretende devolver a qualidade de vida a pacientes que sofreram um enfarte agudo do miocárdio e que ficaram com lesões no ventrículo esquerdo.

 

“É uma técnica inovadora que um conjunto de hospitais europeus, entre os quais o de Gaia e o de Santa Marta, em Lisboa, está a aperfeiçoar”, revelou à agência Lusa o diretor do serviço de Cardiologia do Hospital de Gaia.

 

De acordo com Vasco da Gama, o objetivo é que os resultados do estudo, depois de publicados, “sirvam de base para que as autoridades de saúde europeias deem o aval à sua comercialização”.

 

O cardiologista salientou que, apesar de a investigação ainda estar a decorrer, já “há evidência científica e trabalhos feitos que provam os benefícios desta técnica”.

 

A intervenção consiste na colocação de um dispositivo médico, através de um cateterismo, em doentes com insuficiência cardíaca e aneurisma do ventrículo esquerdo.

 

O dispositivo funciona como uma membrana de separação que é implantado dentro do ventrículo comprometido, permitindo “isolar a parte não funcional do ventrículo esquerdo, diminuindo o volume e restaurando uma geometria mais normal e funcional do ventrículo esquerdo”, explicou Vasco da Gama.

 

O especialista referiu que muitos doentes, após terem sofrido um enfarte agudo do miocárdio, apresentam um alargamento do ventrículo esquerdo que irá causar diminuição do débito cardíaco, provocando, assim, sintomas de insuficiência cardíaca, tais como falta de ar.

 

Em Portugal, vinte doentes irão, nesta fase, beneficiar desta técnica que “melhora a função cardíaca e diminui sintomas como a sensação de falta de ar e cansaço constante”, acrescentou.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.