Técnica cirúrgica consegue resolver 90% dos casos de Apneia do sono

Testes realizados na Universidade de Navarra

13 abril 2008
  |  Partilhar:

Uma técnica cirúrgica desenvolvida na Universidade de Navarra, em Espanha, consegue resolver casos de Apneia do sono em 90% dos pacientes.
 

 

A técnica cirúrgica testada durante dois anos tem caráter "definitivo" e consiste em adiantar o maxilar superior, a mandíbula e a musculatura da base da língua - que está inserida na mandíbula e no hióide - com o intuito de deixar atrás espaço suficiente para evitar a obstrução quando o paciente está a dormir.
 

 

O diretor do serviço de Cirurgia Oral e Maxilofacial da Clínica Universitária de Navarra, Néstor Montesdeoca, destacou que o tratamento resolve 90% dos casos de Apneia, salvaguardando, contudo, “que nem todas as pessoas podem se submeter a esta cirurgia por estética facial ou por sofrer de outro tipo de problemas médicos”.
 

 

A obstrução da via aérea superior durante o sono, manifestada através do ressonar, pode ser causada porque a mandíbula ou o maxilar são pequenos, pela existência de obstrução nasal, o palato ser muito grande e flácido ou a base da língua ser muito grossa.
 

O tratamento padrão consiste na colocação de uma máscara de oxigênio que é aplicada durante as horas do sono.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.