Tabagismo: não há um nível seguro

Estudo publicado no “JAMA Internal Medicine”

12 dezembro 2016
  |  Partilhar:
Os fumadores de baixa intensidade que fumam dez ou menos cigarros por dia ao longo da sua vida continuam a ter um risco mais elevado de morte, comparativamente com os indivíduos que nunca fumaram, revela um estudo publicado no “JAMA Internal Medicine”.
 
O tabagismo é um problema de saúde pública em todo o mundo. Estima-se que, anualmente, cause cinco milhões de mortes. No entanto, existem poucos dados sobre os efeitos a longo prazo, de um baixo consumo de tabaco e a perceção de que este nível de consumo pode ser seguro.
 
Neste estudo, os investigadores do Instituto Nacional do Cancro, nos EUA, analisaram as associações entre o tabagismo a longo prazo de menos de um ou um a dez cigarros por dia e o risco de morte entre os fumadores e os ex-fumadores.
 
O estudo incluiu 290.215 adultos, com idades compreendidas entre os 59 e os 82 anos, que preencheram o questionário do Instituto Nacional de Saúde. O questionário avaliou a intensidade do hábito tabágico ao longo da vida durante os anos anteriores, desde menos de 15 anos a 70 ou mais anos. No total, o grupo era constituído por 22.337 fumadores, 156.405 ex-fumadores e 111.473 não fumadores.
 
Os investigadores, liderados por Neal Freedman, constataram que, comparativamente com os indivíduos que nunca tinham fumado, aqueles que fumavam consistentemente baixas quantidades, dez ou menos cigarros por dia, apresentavam um risco maior de morte por todas as causas e as associações foram observadas em todas as causas de morte relacionadas ao tabaco, especialmente cancro do pulmão.
 
O estudo apurou ainda que os ex-fumadores que tinham fumado consistentemente baixas quantidades de tabaco apresentavam, progressivamente, um risco menor de morte quanto mais cedo deixavam de o fazer.
 
Os investigadores concluem que estes achados fornecem mais evidências de que não há um nível seguro de tabagismo. Todos os fumadores devem ser direcionados para consultas de cessação tabágica, independentemente do número de cigarros que fumam por dia. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar