Tabagismo aumenta risco de desenvolver Diabetes tipo 2

Estudo apresentado na revista “JAMA”

13 dezembro 2007
  |  Partilhar:

 

O tabagismo aumenta o risco de Diabetes tipo 2, revela um estudo publicado esta semana na revista médica “JAMA”.
 

 

O trabalho, liderado por Carole Willi, da Universidade de Lausanne, na Suíça, analisou diversos estudos que relacionam o hábito de fumar a falhas no controlo dos níveis de açúcar, o que leva a Diabetes tipo 2.
 

 

Essa variação da Diabetes é também relacionada à obesidade e aparece, em maior número, em pessoas com mais idade. A Diabetes tipo 1, que surge da deficiência na produção de insulina - que controla as taxas de açúcar - é mais comum em crianças.
 

 

Os dados analisados pela equipa de Willi indica que os fumadores activos têm um aumento de 44% no risco de apresentar Diabetes tipo 2, em comparação com os não-fumadores.
 

 

Outras análises indicam também que pode existir uma relação entre a quantidade fumada e a doença: quem fuma muito (20 cigarros ou mais ao dia) tem um risco 61% maior; enquanto quem fuma menos apresenta um acréscimo de 29% do risco. Os ex-fumadores também apresentam um aumento na probabilidade de ter a doença, de 23%.
 

 

Segundo os cientistas existem provas que o cigarro gere uma resistência ou uma resposta inadequada à insulina. No entanto, os investigadores alertam para o facto de o tabagismo também estar relacionado, em diversos casos, a pessoas sedentárias, que comem mal e consomem álcool –- todos factores de risco já conhecidos para a doença.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.