Tabaco - mais uma dependência psicológica do que química

Estudo publicado no “Journal of Abnormal Psychology”

20 julho 2010
  |  Partilhar:

Os adesivos e as pastilhas de nicotina podem não ser suficientemente eficazes para muitos dos que querem deixar de fumar. Agora, uma equipa de investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, traz novos dados que ajudam a perceber a razão dos insucessos e mostram que a cessação tabágica pode ser conseguida com psicoterapia.

 

Um estudo liderado por Reuvan Dar, publicado no “Journal of Abnormal Psychology”, verificou que a intensidade do desejo de fumar ou a vontade urgente de fumar estavam mais relacionadas com o elemento psicológico do fumo do tabaco do que com os efeitos fisiológicos da nicotina.

 

Para o trabalho, os cientistas monitorizaram os níveis de desejo de fumar em cada um dos comissários de bordo (homens e mulheres) durante voos com diferentes durações: um de 10 a 13 horas (de Tel Aviv para Nova Iorque, por exemplo) e outro de 3 a 5 horas (de Israel para a Europa). Durante os voos, os voluntários respondiam a um questionário destinado a aferir os níveis do desejo de fumar um cigarro.

 

Como resultado, os cientistas verificaram que o tempo dentro do avião não tinha impacto significativo na “necessidade” de fumar. Na realidade, segundo os autores, os níveis de desejo até eram maiores após os voos mais curtos. Para o líder da investigação, estes dados reforçam o facto de o desejo incontrolável de fumar estar mais relacionado com aspectos psicológicos do que com a abstinência provocada pela privação da nicotina. “Esses resultados podem não ser bem aceites por quem defende a teoria da dependência da nicotina, dado que põem em causa o papel fisiológico da nicotina e enfatizam a importância da mente na questão do tabagismo”, reforçou o líder da investigação, em declarações à EurekAlert.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.