Suplementos de cálcio aumentam risco de enfarte agudo do miocárdio

Estudo publicado no “British Medical Journal”

10 agosto 2010
  |  Partilhar:

Os suplementos de cálcio, que muitos idosos tomam para combater a osteoporose, aumentam o risco de enfarte agudo do miocárdio, sugere um estudo publicado no “British Medical Journal”.

 

Estudos anteriores já haviam indicado que os suplementos de cálcio poderiam aumentar, em mulheres idosas saudáveis, a taxa de enfarte agudo do miocárdio e de eventos cardiovasculares.

 

De forma a investigar mais aprofundadamente este tema, Ian Reid da University of Auckland, na Nova Zelândia, em parceria com investigadores da Grã-Bretanha e dos EUA, analisou os resultados de 11 estudos que acompanharam durante quatro anos um total de 12 mil idosos. A metade destes foram administrados suplementos de cálcio e à outra metade foi dado um placebo.

 

O estudo revelou que a toma de suplementos de cálcio estava associada a um aumento de cerca de 30% no risco de enfarte agudo do miocárdio. De acordo com os autores do estudo, isto significa que, se mil pessoas tomarem suplementos de cálciodurante cinco anos, é esperado que ocorram mais 14 enfartes agudos do miocárdio, mais 10 acidentes vasculares cerebrais (AVC) e mais 13 mortes nas pessoas que receberam suplementos de cálcio do que naquelas que não foram tratadas com estes suplementos.

 

Apesar de ainda não se saber ao certo o mecanismo pelo qual os suplementos de cálcio danificam o organismo, os autores do estudo acreditam que níveis elevados de cálcio no sangue poderão conduzir à formação de placas lipídicas nos vasos sanguíneos, que, por sua vez, podem conduzir ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares e AVC.

 

Contudo, estudos anteriores não encontram nenhuma associação entre um maior consumo de cálcio através da dieta alimentar e o aumento do risco de desenvolvimento de problemas cardiovasculares.

 

Para prevenir a osteoporose, os investigadores recomendam às pessoas que consomem suplementos de cálcio a procurar o aconselhamento médico, a ingerir alimentos mais ricos em cálcio, a praticar exercício, a não fumar e a manter um peso saudável.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 1 Comentar

E leite enriquecido com cálcio?

Muito interessante o assunto.
Estou numa faixa etária em que aperece a osteoporose. Não tenho sintomas. Não tomo nada, mas ao comprar leite por vezes trago leite enriquecido com cálcio e vit. D.
Pago mais e fico a pensar se tem algum beneficio para a saúde dos meus ossos ou
se é um desperdício prejudicial até.
Obrigada pela resposta.
Aprecio muito a vossa informação.

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.