Suplementos de Antioxidantes podem aumentar o risco de morte

Estudo publicado no JAMA

01 março 2007
  |  Partilhar:

 

Investigadores na Dinamarca resolveram identificar todos os estudos que tinham sido realizados até a data em torno dos chamados suplementos Antioxidantes - beta-caroteno, vitamina A, vitamina E, vitamina C e selénio - para determinar se, de facto, estas substâncias em comprimidos permitem melhorar a saúde.
 

 

Os resultados publicados no Journal of the American Medical Association (JAMA) são inquietantes: as três primeiras parecem fazer aumentar o risco de morte, a vitamina C não terá efeitos nem positivos nem negativos, e um aparente benefício do selénio ainda vai precisar de confirmação.
 

 

A equipa de cientistas da Universidade de Copenhaga, liderada por Goran Bjelakovic, analisou 68 ensaios clínicos relevantes, com um total de 232.606 participantes, divididos em dois grupos, conforme os métodos utilizados: um grupo dos ensaios de alta qualidade e um dos de baixa qualidade. A seguir, realizaram a análise de duas maneiras: primeiro juntando os ensaios, fosse qual fosse a sua qualidade, e depois só os 47 ensaios considerados de boa qualidade - que diziam respeito a 180.938 participantes.
 

 

Para realizarem este mega-estudo, os investigadores pesquisaram bases de dados electrónicas e bibliografias.
 

 

Juntando todos, não detectaram nenhuma correlação significativa (nem positiva, nem negativa) entre ingestão de Antioxidantes e mortalidade (fosse qual fosse a causa). E quando se limitaram só aos ensaios de qualidade, descobriram que a utilização de Antioxidantes estava associada a um aumento de 5% do risco de morte.
 

 

Fontes: Público e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.