Suplemento de gelatina beneficia ossos e articulações

Estudo publicado no “American Journal of Clinical Nutrition”

23 dezembro 2016
  |  Partilhar:
Investigadores americanos e australianos sugerem que o consumo de suplemento de gelatina, paralelamente com a prática de exercício intensivo e intermitente pode ajudar na formação de ligamentos, tendões e ossos, revela um estudo publicado no “American Journal of Clinical Nutrition”.
 
Os danos musculoesqueléticos afetam tanto os atletas como aqueles indivíduos que estão apenas a tentar perder peso, bem como manter um bom desempenho físico e flexibilidade, interferindo com a capacidade e entusiasmo das pessoas em praticarem exercício físico.
 
Mais de 50% das lesões desportivas podem ser classificados como entorses, ruturas ou fraturas dos tecidos musculoesqueléticos. As intervenções nutricionais e/ou a prática de exercício que aumentem a síntese de colagénio e reforcem estes tecidos podem ter um efeito importante nas taxas de lesões. Assim, o conhecimento de abordagens capazes de prevenir lesões e melhorar a recuperação é muito importante.
 
Neste estudo, os investigadores da Universidade da Califórnia, nos EUA, decidiram averiguar se o suplemento de gelatina poderia aumentar a síntese de colagénio.
 
Para o estudo, realizado em colaboração com o Instituto de Desporto Australiano, os investigadores contaram com a participação de oito homens jovens e saudáveis. Os participantes foram convidados a beber um suplemento de gelatina enriquecido com vitamina C ou um suplemento controlo. 
 
Posteriormente foram retiradas amostras de sangue a cada 30 minutos para determinar o teor de aminoácidos no sangue necessários para a síntese do colagénio. Foi também retirada uma maior amostra de sangue uma hora antes e após o consumo do suplemento para o tratamento de ligamentos artificiais.
 
Uma hora após a toma do suplemento, os indivíduos foram convidados a saltar à corda durante cerca de 6 minutos para estimular a síntese de colagénio. Ao longo de três dias, os participantes tomaram o suplemento três vezes por dia tendo praticado o exercício de elevada intensidade em intervalos de seis ou mais horas. O sangue foi extraído antes e quatro, 24, 48 e 72 horas após terem saltado à corda pela primeira vez para determinar os níveis de aminoácidos.
 
O estudo apurou que a toma do suplemento de gelatina aumentou os níveis sanguíneos dos aminoácidos e marcadores envolvidos na síntese do colagénio, atingindo o pico uma hora após o suplemento ter sido administrado.
 
Os investigadores verificaram também que o tratamento dos ligamentos artificias ao longo de seis dias com o soro das amostras de sangue colhidas após a toma do suplemento aumentou os níveis de colagénio e melhorou a mecânica destes.
 
Os investigadores concluíram que a adição de gelatina a um programa de exercício intermitente melhora a síntese de colagénio e pode desempenhar um papel benéfico na prevenção de lesões e reparação de tecidos.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar