Super-bactéria pode sobreviver a guerra nuclear

Cientistas descobrem organismo capaz de resistir a holocausto

15 janeiro 2003
  |  Partilhar:

Chama-se Deinococcus radiodurans e é uma bactéria capaz de resistir a 1,5 milhões de radiação ionizadora. Ou seja, resiste a mais de mil vezes do que outras formas de vida. Tudo porque, dizem os cientistas israelitas, o seu núcleo de ADN não se desagrega como nos outros organismos. Em termos gerais, asseguram os especialista, esta super bactéria pode sobreviver a um holocausto nuclear.
 

 

Enquanto o ADN de outros organismos poderia ser dividido em fragmentos e destruído por uma radiação com tais níveis nucleares, o núcleo desta bactéria permanece intacto. E mais. Enquanto o embrião do ADN de outros organismos parte-se em muitos fragmentos, a estrutura desta bactéria mantém os fragmentos do ADN no lugar, permitindo-lhes restabelecer-se na ordem correcta. A equipa de cientistas que desenvolveu a investigação foi liderada por Smadar Levin-Zaidman, professor no Instituto Weizmann em Rehovot, Israel. A descoberta vem publicada na revista científica Science.
 

 

Fonte:Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.