Suor humano atrai mosquito responsável pelo paludismo
17 janeiro 2004
  |  Partilhar:

O mosquito anofele, principal vector do paludismo, é atraído pelo cheiro de um componente do suor humano, revela um estudo hoje publicado que poderá permitir a elaboração de novos insecticidas.A fêmea Anopheles gambiae dispõe de uma proteína-receptora, denominada AgOr1, para captar esse cheiro (uma molécula de 4- metilfenol), o que poderá explicar a sua atracção pelo corpo humano, segundo uma equipa de investigadores norte-americanos.A descoberta permitirá encontrar o meio de bloquear ou activar este tipo de receptores, o que abre perspectivas para criar novos insecticidas mais eficazes para apanhar ou, pelo contrário, repelir os mosquitos, sublinham John Carlson, da Universidade de Yale, e colegas.Durante o estudo, os investigadores utilizaram moscas drosófilas mutantes nas quais conseguiram manifestar o receptor de cheiros AgOr1 existente na fêmea anofele. Esta mosca pode ser utilizada como modelo para o estudo dos receptores de cheiros noutros insectos cujas características genéticas são mais difíceis de estudar.O mosquito fêmea anofele é o vector essencial do parasita unicelular Plasmodium falciparum, principal responsável pelo paludismo, uma doença que mata um milhão de pessoas por ano no mundo, 90 por cento das quais em África.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.