Sumo de uva também evita problemas no coração

Investigadora descobre boa alternativa ao vinho

17 junho 2003
  |  Partilhar:

Quem toma um copo de vinho durante as refeições com o objectivo de evitar possíveis problemas no coração, mas tem como inconveniente os efeitos secundários do álcool, pode substituir a bebida por sumo de uva.
 

 

Uma tese de doutorado realizada na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Brasil, demonstrou que o sumo de uva tem o mesmo efeito vasodilatador do vinho, com a vantagem de não produzir os efeitos do álcool.
 

 

A tese é da autoria da cardiologista e médica do Instituto do Coração (Incor) da Faculdade de Medicina da USP, Silmara Regina Coimbra.
 

 

Segundo aponta o estudo, tanto o vinho tinto quanto o sumo de uva provocam o mesmo efeito sobre o endotélio (camada que forra internamente os vasos sanguíneos), aumentando a sua dilatação. É nessa camada que se depositam as placas de gordura (ateroscleróticas), que comprometem a circulação e são capazes de provocar o enfarte do miocárdio.
 

 

O estudo foi realizado com 31 pacientes com nível elevado de colesterol, mas sem outros factores de risco. Para as pessoas que pretendem adoptar o sumo de uva na sua dieta com o objectivo de reduzir os riscos de problemas coronários, a investigadora recomenda a ingestão de um copo (150ml) ao almoço e outro ao jantar. O vinho é contra-indicado a pessoas com elevados níveis de tensão arterial e diabéticos.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.