Sumo de melão poderá ajudar na prevenção do cancro do pâncreas

Estudo publicado na revista “Carcinogenesis”

19 março 2013
  |  Partilhar:

O sumo de melão amargo restringe a capacidade das células do cancro pancreático em metabolizar a glucose, o que corta a sua fonte de energia e eventualmente as mata, revela um estudo publicado na revista “Carcinogenesis”.
 

“Há uns anos atrás foi demonstrado, em experiências realizadas em cultura de células, que o extrato de melão amargo poderia ser benéfico no tratamento do cancro da mama. Neste estudo conseguimos ir bem mais longe”, revelou, em comunicado de imprensa, o líder do estudo, Rajesh Agarwal.
O estudo refere que a diabetes tende a preceder o cancro do pâncreas, tendo o melão amargo demonstrado ter efeito na diabetes tipo 2. Na verdade o melão amargo é utilizado há séculos para tratar a diabetes na medicina tradicional chinesa e indiana.
 

À luz destes resultados os investigadores da CU Cancer Center, nos EUA, decidiram averiguar se havia alguma relação entre o melão amargo e o cancro do pâncreas. O estudo apurou que havia uma alteração nos níveis metabólicos das células cancerígenas do pâncreas e a ativação de uma enzima indicadora dos baixos níveis energéticos nas células, a proteína quinase ativada por AMP.
 

Talvez não por coincidência, o melão amargo também regula a secreção de insulina pelas células beta pancreáticas. Após terem realizado estudos em culturas de células, os investigadores demonstraram que os ratinhos com cancro do pâncreas que tinham sido alimentados com sumo de melão amargo apresentavam um risco 60% menor de desenvolver este tipo de cancro, comparativamente com os animais do grupo de controlo.
 

“Estes resultados são muito entusiasmantes. Muitos investigadores estão a tentar desenvolver novos fármacos para impedir que as células cancerígenas tenham acesso à energia. Neste estudo foi identificado um produto natural que é capaz de exercer exatamente este efeito”, disse o investigador.
 

A equipa está atualmente a aguardar por novos financiamentos para realizar ensaios clínicos quimiopreventivos com o melão amargo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.