Suicídio e Depressão grave é quatro vezes maior em crianças abusadas

Declarações do especialista Fernando Almeida

02 dezembro 2007
  |  Partilhar:

A probabilidade de Depressão grave ou suicídio é quatro vezes maior em crianças abusadas sexualmente, segundo a opinião do presidente da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça (SPPPJ), Fernando Almeida.
 

 

Fernando Almeida proferia uma conferência sobre "Agressividade: Entre a neurobiologia e a cultura", na abertura do 1º Congresso Internacional da SPPPJ, que decorreu recentemente no Porto.
 

 

O especialista citou diversos estudos do comportamento efectuados em ratinhos, macacos e seres humanos os quais demonstram que as perturbações anti-sociais da personalidade têm um elevado grau de associação com agressões violentas na infância e com a separação ou falta de afecto da mãe.
 

 

Fernando Almeida deu como outro exemplo o aumento dos índices de agressividade e suicídio nos homens expulsos com desonra de uma corporação militar. O especialista salientou que os avanços da ciência permitem concluir que "o meio altera a microestrutura do cérebro" e que as duas partes deste (hemisférios direito e esquerdo) desempenham funções diferentes
 

 

Na opinião do professor universitário, é possível que novos medicamentos venham "atenuar" alguns comportamentos agressivos do ser humano, mas nunca eliminá-los. "É improvável, e não é equacionável, que algum dia tenhamos um produto que controle o comportamento do homem", afirmou, notando que o comportamento humano e a cultura estão a evoluir ao mesmo tempo que a ciência progride.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.