Suíça lança campanha contra a Sida

Número de infectados aumenta pela primeira vez em 10 anos

11 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

A Suíça decidiu lançar uma nova campanha de alerta para os perigos da Sida. A partir de meados deste mês, os cívicos habitantes do país das neves vão deparar-se com diversos cartazes sugestivos com imagens de frutas, legumes ou crustáceos com um toque de erotismo, colados por todos os cantões do país. É que a transmissão da doença aumentou, pela primeira vez na confederação desde 1992.
 

Por isso, Divisão Federal de Saúde Pública (DFSP) e Ajuda Suíça contra a Sida prepararam a primeira etapa de uma campanha de prevenção.
 

 

Segundo o director da DFSP, Thomas Zeltner, citado pela «swissinfo», a campanha joga novamente com a ambivalência e a provocação, realçando a necessidade de lutar contra o aumento dos casos de contágio, registado pela primeira vez na Suíça nos últimos dez anos. A campanha vai custar 2.5 milhões de francos (1.7 milhões de euros).
 

 

Para obter mais impacto, a Divisão de Saúde decidiu associar-se à direcção da Expo.02, a exposição nacional que irá decorrer de Maio a Outubro. Os cartazes da campanha «Stop Aids» estarão expostos na entrada da exposição «Le premier regard», na «arteplage», em Yverdon-les-Bains, oeste do país.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.