Sugar craving: compulsão por açúcar

Chocólatras assumem dependência

15 julho 2002
  |  Partilhar:

Branco ou preto, grosso ou fino, comprido ou curto, com recheio ou "clássico", de leite ou sucedâneo: é tudo em bom, mas pode viciar. O chocolate, afinal, não é um prazer tão inocente como parece, sendo mesmo considerado uma espécie de droga, vício ou compulsão por 63 por cento das pessoas envolvidas numa pesquisa realizada recentemente por especialistas do Hospital das Clínicas de São Paulo. No Brasil já lhes chamam chocólatras e nos EUA, chocoaholics (chocoólicos).
 

 

As "vítimas" são, sobretudo, mulheres. O período pré-menstrual é o de maior "vulnerabilidade", pois o docinho reduz a TPM (tensão pré-menstrual).
 

 

Como outros dependentes, os "chocodependentes" também precisam da sua dose diária, facto que pode resultar da presença no chocolate de algumas substâncias que estimulam a produção de serotonina, um neurotransmissor que coordena as sensações de prazer e de bem-estar. A comprová-lo, 22 por cento das pessoas envolvidas no estudo, coordenado pelo psiquiatra Arthur Kaufman, assumiram que compensam a falta de sexo com o consumo acrescido de chocolate.
 

 

Quem nunca pensou que comendo um chocolate mitigava um estado depressivo passageiro, muitas vezes associado à solidão? Talvez por isso, os "ataques" compulsivos dos chocólatras, pessoas frequentemente também vítimas do "sugar craving" (compulsão por açúcar), são muito frequentes à noite. Depois deste pecadilho nocturno, deste prazer solitário, o humor de quem apresenta um défice de serotonina no hipotálamo costuma acalmar.
 

 

É que "aquilo" não é só leite, açúcar e cacau. Há a serotonina, a teobromina, a feniletanina e outras "ninas", cuja existência os índios astecas, os primeiros a consumir o tchocoatl (na altura apenas uma "água amarga"), estavam longe de imaginar.
 

 

Veja tudo no:Diário de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.