Suecos propõem cremação ecológica

Impacto ambiental leva a criar alternativa gelada

10 fevereiro 2004
  |  Partilhar:

Preocupações quanto ao impacto ambiental da cremação dos mortos na Suécia levou uma empresa funerária a procurar no gelo uma solução alternativa ao fogo.Em vez da cremação normal, com incineração do corpo a alta temperatura, a empresa sueca Promessa Organic AB propõe congelar os cadáveres a 18 graus negativos (centígrados) e mergulhá-los a seguir em nitrogénio líquido a 196 graus negativos.Quando retirados desta solução superfria, os cadáveres ficam quebradiços como o vidro e são convertidos numa espécie de pó através de emissões sonoras. A partir daí, toda a água é retirada para uma câmara de vácuo, sendo os restos mortais filtrados para recolha de metais preciosos contidos em obturações ou resquícios de «pacemakers» e outros implantes que possam ter sobrevivido ao processo de congelamento.«O método baseia-se na preservação do corpo numa forma biológica depois da morte, evitando ao mesmo tempo os inconvenientes do líquido de embalsamamento», disse Susanne Wiigh-Maesak, uma bióloga que é chefe de operações na Promessa, com sede em Gotemburgo, 475 quilómetros a sudoeste de Estocolmo. «O corpo é então devolvido ao ciclo ecológico de uma forma digna», acrescentou.Os restos mortais podem depois ser cremados ou enterrados num caixão feito de amido de milho. O pequeno caixão é então enterrado a pouca profundidade (cerca de 30 centímetros), onde o oxigénio e as bactérias os consomem e assimilam à terra. «Em cima da campa pode colocar-se uma planta, que aproveitará os nutrientes do composto para crescer», disse Wiigh-Maesa, acrescentando desejar ela própria converter-se num rododendro branco.Os defensores dos «enterros verdes» salientam os efeitos do processo de embalsamamento nos corpos, como o formaldeído, que liberta ácido fórmico no solo. Com a alternativa verde, acham que estão a fazer bem ao ambiente e a regressar de facto à natureza.Fonte: Lusa

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 3 Comentar

MODELO FUNERAL ECOLÓGICO

Achei u m excelente artigo, pois trata de um assunto de interesse mundial, que é a sustentabilidade ambiental. Tema em evidência nos tempos atuais, ainda mais para mim, que estou realizando o TCC em arquitetura e urbanismo relativo a modelos funerários sustentáveis. Pena que não ficou explícito o dispêndio financeiro para implantação do sistema, nem o valor de um funeral.

MODELO FUNERAL ECOLÓGICO

Achei u m excelente artigo, pois trata de um assunto de interesse mundial, que é a sustentabilidade ambiental. Tema em evidência nos tempos atuais, ainda mais para mim, que estou realizando o TCC em arquitetura e urbanismo relativo a modelos funerários sustentáveis. Pena que não ficou explícito o dispêndio financeiro para implantação do sistema, nem o valor de um funeral.

modelo funeral ecológico (Suécia)

Achei um excelente artigo, pois trata de um assunto de interesse mundial, que é a sustentabilidade ambiental. Tema em evidência nos tempos atuais, ainda mais para mim, que estou realizando o TCC em arquitetura e urbanismo relativo a modelos funerais sustentáveis. Pena que não ficou explícito o dispêndio financeiro para implantação do sistema, nem o valor de um funeral.

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.