Substituto hormonal aumenta recorrência de tumores

Estudo do Centro Médico da Vrije Universiteit

26 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

Um fármaco usado como terapêutica de substituição hormonal em mulheres menopáusica, a tibelona, pode aumentar em 40% o risco de recorrência de cancro da mama, revela um estudo do Centro Médico da Vrije Universiteit, em Amesterdão, Holanda.
 

 

O estudo avaliou perto de 3 100 voluntárias que tinham sido submetidas a cirurgia para o cancro da mama. As pacientes foram divididas em dois grupos: um tratado com tibolona e o outro com placebo.
 

 

Segundo os dados recolhidos, este medicamento aumentou em 40% o risco de recorrência do tumor, sendo 70% destas recorrências referentes a metástases distantes, que são habitualmente fatais.
 

 

Os cientistas alertam, no entanto, para o facto de este estudo ter tido limitações, na medida em que não foram tomados em conta os factores de risco para esta doença oncológica nem foram feitas análises detalhadas em tumores primários.
 

 

Segundo o líder da investigação, Peter Kenemans, estes resultados sugerem que o fármaco não deve ser prescrito a nenhuma mulher a quem tenha sido diagnosticada, no passado, esta doença.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.