Substância do leite materno mata células tumorais

Estudo publicado na "PLoS One"

12 maio 2010
  |  Partilhar:

Uma substância presente no leite materno pode matar as células tumorais, de acordo com um novo estudo feito pela Universidade de Lund e pela Universidade de Gotemburgo, na Suécia, e publicado na "PLoS One".

 

A substância, denominada de HAMLET (Human Alpha-lactalbumin Made LEthal to Tumour cells), foi identificada há vários anos, mas só agora foi possível testá-la em humanos.

 

Num comunicado enviado à imprensa, os cientistas referem ter utilizado esta substância no tratamento de doentes com cancro da bexiga, tendo sido verificado que as células cancerosas eram expelidas pela urina. Os testes deixaram os médicos confiantes de que vão poder utilizar o leite materno, num futuro próximo, no tratamento contra o cancro.

 

O mais promissor deste estudo parece ser a capacidade que a substância tem de atacar apenas as células cancerosas. Contudo, ainda não foi provado se a substância é formada espontaneamente no leite. Especula-se, por exemplo, que a substância HAMLET possa ser formada no ambiente ácido dos estômagos dos bebés.

 

A descoberta do HAMLET aconteceu por acaso, quando os investigadores estudavam as propriedades antibacterianas presentes no leite materno. Os testes laboratoriais efectuados mostraram que a substância tem capacidade para causar a morte celular de 40 tipos de tumores. Os cientistas tentam, agora, desenvolver formas para transportar a substância até às células cancerosas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.