Stress: Um inimigo do coração

Identificada proteína que pode indicar riscos cardiovasculares

01 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

O nível de uma proteína do sangue associada ao stress pode permitir identificar, entre pessoas com artérias obstruídas, quais as que correm maior risco de crise cardíaca, indica um estudo publicado nos Estados Unidos.
 

 

O trabalho, realizado por cientistas dinamarqueses, revela assim um terceiro indicador de problemas cardiovasculares, além da taxa de colesterol e da proteína C reactiva, que é uma medida de inflamação do sistema cardiovascular. A nova substância, chamada péptido B-natriurético (BNP), aparece no sangue quando o coração está sob stress.
 

 

Alguns cardiologistas estão já a testar esta proteína para diagnosticar pessoas com dificuldades respiratórias, o que muitas vezes assinala problemas cardíacos potenciais. Pessoas com níveis mais elevados de BNP correm também duas vezes e meia mais riscos de morte de qualquer causa do que as que têm níveis mais baixos dessa proteína.
 

 

Para este estudo, publicado pelo New England Journal of Medicine, os investigadores dinamarqueses examinaram pessoas com estado de saúde estável mas com artérias obstruídas em diferentes graus, o que provoca dores no peito devido à dificuldade do músculo cardíaco de bombear o sangue, por falta de irrigação.
 

 

A medição da proteína BNP poderá ajudar os médicos a determinar se uma pessoa tem necessidade de um bypass coronário ou de uma angioplastia para reconstruir ou reparar um vaso sanguíneo para lhe corrigir o calibre.
 

 

Os investigadores mediram o nível da proteína BNP em 1.034 pessoas que seguiram durante nove anos.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.