Stress pode encorajar hábitos saudáveis

Estudo publicado no “Journal of Personality and Social Psychology”

31 maio 2013
  |  Partilhar:

Investigadores americanos defendem que o stress e a exaustão não motivam apenas a adoção de comportamentos excessivos, mas também podem ajudar a manter comportamentos saudáveis, sugere um estudo publicado no “Journal of Personality and Social Psychology”.
 

Os investigadores da University of Southern California, nos EUA, sugerem assim uma reviravolta, tendo em conta a ideia estabelecida que as pessoas têm recursos de autorregulação finitos, ou seja, é difícil assumir o controlo das ações, quando já se está stressado ou cansado. O estudo demonstrou que a falta de controlo não significa automaticamente indulgência ou hedonismo, é a rotina subjacente que tem importância, para melhor ou pior.
 

"Quando tentamos mudar o nosso comportamento, podemos traçar estratégias sobre a nossa motivação e autocontrolo. Mas o que se deveria pensar era em como criar novos hábitos. Os hábitos persistem mesmo quando estamos cansados e não temos energia para exercer o autocontrolo ", explicou uma das autoras do estudo, Wendy Wood.
 

Apesar da maioria dos esforços de prevenção das doenças estarem focados no autocontrolo, este estudo demonstrou que a melhor forma de prevenir as doenças é “deixar-se ir”. Neste estudo os investigadores acompanharam alunos ao longo de um semestre. Foi constatado que durante o período de exames, quando os alunos estavam mais stressados e privados de sono, eram mais propensos a manter os velhos hábitos. “Era como se não tivessem energia para fazer algo de novo”, explicou a investigadora.
 

Os estudantes que comiam pequenos-almoços pouco saudáveis, incluindo doces, consumiam ainda mais este tipo de alimentos durante a época de exames. Contudo, o mesmo acontecia com aqueles que tinham hábito alimentares saudáveis ou que tinham bons hábitos de leitura. “Os hábitos não exigem muita força de vontade (…) ”, referiu a investigadora.
 

“Assim, a questão central no que diz respeito às alterações de comportamentos, deverá ser: como é que os hábitos saudáveis e produtivos se adquirem? O que sabemos sobre a formação dos hábitos é que deve ser algo fácil de realizar, de modo a que as pessoas o façam tantas vezes que este começa a fazer parte da rotina diária”, conclui a investigadora.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.