Stress não reduz sucesso da fertilização in vitro

Estudo publicado no “Brithish Medical Journal”

17 março 2011
  |  Partilhar:

Um estudo recente sugere que stress e a tensão não reduzem o sucesso do tratamento de fertilidade da mulher.

 

Investigadores britânicos analisaram dados de 14 estudos que envolveram um total de 3.584 mulheres, submetidas a tratamentos de fertilidade e que tinham sido avaliadas para a ansiedade e o stress antes de iniciarem a terapia.

 

Comparando os dados das mulheres que tinham engravidado com as que não tinham conseguido uma gravidez, os cientistas não encontraram associação entre o stress emocional e o risco de gravidez. "Estes resultados devem tranquilizar as mulheres sobre o facto de que o sofrimento emocional causado por problemas de fertilidade ou outros eventos da vida que ocorrem ao longo do tratamento não irão afectar as probabilidades de engravidar", disse, em comunicado de imprensa do “Brithish Medical Journal”, onde foi publicado o estudo, Jacky Boivin, professora da Faculdade de psicologia da Universidade de Cardiff, no País de Gales.

 

Os especialistas sugerem que cerca de 15% dos casais são inférteis. Muitas mulheres acreditam que o stress emocional pode reduzir as probabilidades de engravidar naturalmente ou de ter sucesso com os tratamentos de fertilidade, mas os investigadores dizem que estas crenças são equívocos baseados em mitos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.