Stress domina Doenças Profissionais em 2020

Previsão do Observatório Europeu dos Riscos

06 fevereiro 2008
  |  Partilhar:

O stress profissional vai ser, dentro de dez anos, a principal origem de doenças laborais, destronando a liderança actual das doenças músculo-esqueléticas, prevê o Observatório Europeu dos Riscos.
 

 

No primeiro relatório daquele organismo, dedicado aos riscos psicossociais do trabalho, conclui-se que as mudanças que estão a atravessar o mundo laboral - desde as tecnológicas, à precarização dos contratos, passando pela redução de trabalhadores e intensificação dos ritmos - vão resultar no aumento do número de pessoas afectadas por doenças relacionadas com o stress. O que poderá originar uma "grave deterioração da Saúde Mental e física dos trabalhadores".
 

 

Actualmente, o stress é já considerado o segundo problema de saúde relacionado com o trabalho mais comum na Europa, afectando 22% dos trabalhadores na União Europeia, de acordo com dados de 2005. Está também na origem de metade dos dias de absentismo laboral.
 

 

As exigências emocionais elevadas, como a violência e intimidação, e que estão sinalizadas com quatro pontos, suscitam, segundo o relatório, cada vez mais preocupações. Na mesma posição está também a dificuldade de conciliar a vida familiar e profissional, uma vez que os horários de trabalho longos e inflexíveis criam dificuldades adicionais, sobretudo, às mulheres.
 

 

A Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho sugere como linhas de combate ao problema a monitorização e melhorar o ambiente de trabalho a nível psicossocial.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.