Stress crónico implicado no aceleramento dos processos tumorais

Trabalho apresentado na revista “Nature Medicine”

11 setembro 2007
  |  Partilhar:

A exposição a Stress Crónico pode acelerar o desenvolvimento do Cancro dos Ovários, mas este efeito pode ser neutralizado através de um fármaco contra doenças cardíacas, aponta um estudo publicado recentemente na revista “Nature Medicine”.
 

 

De acordo com um relatório apresentado por cientistas da University of Texas MD Anderson Cancer Centre, EUA, existe uma relação mensurável entre o Stress e os processos biológicos que aumentam o crescimento e a propagação tumoral.
 

 

Em testes realizados em ratinhos, os investigadores afirmam que as hormonas do Stress aderem aos receptores das células tumorais, estimulando factores que conduzem a um tipo mais agressivo do tumor. "Este estudo proporciona novos conhecimentos sobre como o Stress Crónico e os factores desse stress promovem o crescimento dos tumores", afirmou Anil Sood, professor de Oncologia Ginecológica e líder da investigação.
 

 

Na pesquisa, os cientistas bloquearam os receptores da hormona do stress com um beta-bloqueador, denominado propranolol (um anti-hipertensor e anti-isquémico) com o qual neutralizaram os efeitos do stress sobre o crescimento tumoral.
 

 

"O conceito dos receptores hormonais do stress e a sua influência sobre o crescimento do cancro é muito novo", explicou o líder da investigação, acrescentando que "até agora, não se sabia muito sobre a expressão destes receptores no Cancro e, o que é mais importante, se tinham alguma importância funcional.”
 

As conclusões deste estudo abriram um novo campo na pesquisa.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.