Stress, ansiedade, depressão e cancro

Problemas psicológicos podem ser porta aberta para a doença

29 maio 2003
  |  Partilhar:

Um estudo envolvendo mais de 60 mil pessoas revelou que os indivíduos mais ansiosos ou depressivos demonstram ter mais tendência para desenvolver cancro. Segundo a pesquisa de uma equipa de psiquiatras da Universidade de Bergen, na Noruega, pessoas que se revelaram mais ansiosas estavam 25% mais sujeitas a desenvolver cancro.
 

 

A equipa, chefiada por Arnstein Mykletum seguiu um total de 62 591 pessoas ao longo de dois anos. O Registo Nacional do Cancro da Noruega foi utilizado para saber quais os participantes que mais tarde desenvolveram cancro ou células cancerosas, indica o estudo anunciado na semana passada na reunião da Associação Americana de Psiquiatria.
 

 

Dados que voltam a lançar o debate na comunidade científica, sobre a questão de saber qual a verdadeira influência de factores puramente psicológicos no desenvolvimento do cancro. Outros estudos sobre esta ligação tiveram resultados inconsistentes no passado.
 

 

Apenas duas investigações conseguiram relacionar o stress psicológico e dois tipos de tumores, os linfomas e os melanomas, normalmente ligados a problemas imunitários. Daí que os especialistas pensem que estados como o stress ou a ansiedade diminuam a actividade do sistema imunológico, permitindo o desenvolvimento de células malignas ou cancerosas.
 

 

Fonte:Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.