'Spray' oral é testado no combate da adição à marijuana

Produto elaborado a partir de uma planta orgânica

11 janeiro 2012
  |  Partilhar:

Investigadores australianos estão testar um 'spray' oral com substâncias derivadas do cannabis, que é utilizado em tratamentos contra a esclerose múltipla, para combater o vício da marijuana, de acordo com uma notícia avançada pela agência Lusa.

 

O fármaco começou a ser testado em Sidney e em Newcastle para diminuir os efeitos da síndrome de abstinência, que provoca insónias e alterações de humor.

 

A diretora do Centro Nacional de Prevenção e Informação sobre a Marijuana, Jan Copeland, revelou, em declarações ao canal de televisão ABC, que o fármaco é um "produto elaborado a partir de uma planta orgânica " e semelhante à terapia antitabágica, em que se substitui a nicotina.

 

O spray oral constituído por tetrahidrocanabinol, que evita que o paciente fique drogado e ajuda a reduzir o seu consumo de marijuana, e ácidos carboxílicos que ajudam a diminuir a ansiedade que tem efeitos anti-psicóticos.

 

A marijuana é uma substância polémica porque possui propriedades terapêuticas, mas fora do contexto médico é considerada uma droga que tem efeitos prejudiciais.

 

Cerca de 200 mil pessoas fumam marijuana na Austrália, país com cerca de 22,3 milhões de habitantes.

 

A Austrália e a Nova Zelândia são os países com a maior taxa de consumo de marijuana e anfetaminas do mundo, de acordo com um estudo publicado recentemente pela revista médica “The Lancet”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.