Sorriso tem efeito terapêutico na Depressão

Estudo do Laboratório de Expressão Facial da Emoção

06 setembro 2006
  |  Partilhar:

 

Os sorrisos, sobretudo os femininos, exercem efeito terapêutico em pessoas com Depressão, indica um estudo científico inédito realizado em Portugal.
 

 

O trabalho, da autoria do director do Laboratório de Expressão Facial da Emoção da Universidade Fernando Pessoa, do Porto, Freitas-Magalhães, foi realizado de 2003 a 2006, tendo por base 160 pessoas diagnosticadas com Depressão (80 homens e 80 mulheres) com idades entre 25 e 60 anos.
 

 

Segundo as conclusões, a apresentar em Janeiro de 2007 na reunião anual da Sociedade para a Personalidade e a Psicologia Social (SPSP) em Memphis, Tennessee (EUA), o sorriso "largo" (quando os lábios deixam ver os dentes) e o "superior" (que mostra apenas os dentes de cima) são os de maior efeito terapêutico.
 

 

Freitas-Magalhães, o único psicólogo português que estuda as funções e repercussões do sorriso no desenvolvimento das emoções e das relações interpessoais, já investigou os efeitos do sorriso na percepção psicológica da afectividade, dos delinquentes, dos estereótipos, e nas diferenças de género, idade e cor de pele. Estudou também o reconhecimento das emoções básicas através da expressão facial em diferentes grupos etários e em deficientes mentais, sendo autor de uma base de dados portuguesa sobre expressão facial da emoção e do livro "A Psicologia do Sorriso Humano", lançado recentemente pelas Edições Universidade Fernando Pessoa.
 

 

O cientista é professor das faculdade de Ciências Humanas e Sociais e de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa, sendo fundador e director do Laboratório de Expressão Facial da Emoção (FEELab).
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.