Soro do leite transformado em alimento probiótico

Estudo internacional liderado por portuguesa

16 junho 2008
  |  Partilhar:

Investigadores ibero-americanos liderados por uma cientista da Universidade de Coimbra estão a desenvolver um alimento probiótico a partir do soro do leite, normalmente rejeitado para o ambiente, apesar de ser altamente poluente e o tratamento como efluente industrial ser caro.
 

 

O projecto, anunciado recentemente, envolve cerca de 60 cientistas de seis países, integrados numa rede ibero-americana para a Avaliação da Falibilidade do Desenvolvimento de Novos Probióticos para a Alimentação a partir de Efluentes da Indústria de Lacticínios, denominada Novel-Probio.
 

 

Os investigadores procuram transformar o lactosoro num "produto alimentar de maior valor acrescido, com características benéficas tanto para a saúde humana como para a saúde animal", explicou à agência Lusa a coordenadora-geral do projecto, Andrea Gómez-Zavaglia, do Laboratório de Microespectroscopia e Biosespectroscopia Moleculares do Centro de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.