Situação económica do doente deve ser avaliada pelos médicos

Declarações da ministra da Saúde

05 março 2010
  |  Partilhar:

Os médicos devem incluir a situação económica dos doentes no diagnóstico, defendeu a ministra da Saúde, Ana Jorge, adiantando que os genéricos são seguros e podem ser a melhor opção para muitos pacientes.

 

“O diagnóstico tem de ser o mais completo possível", defendeu a ministra, sublinhando estar em causa não apenas uma doença, mas "uma pessoa", cuja situação global deverá ser avaliada na altura da prescrição.

 

Ana Jorge comentava um estudo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, segundo o qual a poupança levaria a maioria dos inquiridos a trocar os medicamentos de marca por genéricos.

 

Questionada pelos jornalistas sobre a opção do médico ainda recair muito nos medicamentos de marca conhecida, a ministra disse que tem vindo a ser feita uma grande campanha de sensibilização junto destes profissionais e que o estudo agora divulgado pode ser "uma boa ajuda" para que todos os clínicos "reflictam" sobre o assunto.

 

"Só se deve prescrever aquilo que os doentes precisam e dentro dessa prescrição tentar escolher aqueles que são os mais económicos", declarou a ministra, citada pela agência Lusa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.