Situação de pobreza é vivida por duas em cada cinco crianças

Estudo do Instituto Superior de Economia e Gestão

01 junho 2011
  |  Partilhar:

Um estudo realizado por uma equipa do Instituto Superior de Economia e Gestão conclui que cerca de 40% das crianças portuguesas vivem em "situação de pobreza", aponta um estudo publicado pelo jornal “Público”.

 

Nesta condição cabem não apenas as que vivem com rendimentos abaixo do limiar da pobreza, mas também aquelas cujo bem-estar é afectado por condições de vida "deficientes". De acordo com o mesmo jornal, “os dados mostram, por exemplo, que não há nenhuma criança privada de televisão por razões económicas, mas 23% vivem em alojamentos sobrelotados e 5% inserem-se num agregado que não faz uma refeição de carne ou peixe pelo menos de dois em dois dias”. O grupo até aos 17 anos é o mais vulnerável à pobreza, aponta o mesmo estudo.

 

A investigação foi encomendada pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social e realizada pelos investigadores Amélia Bastos, Carla Machado e José Passos, do Instituto Superior de Economia e Gestão. Além de analisarem os diferentes dados estatísticos, relativos ao período que vai de 2004 a 2009, os investigadores analisaram também as condições de vida - através do Inquérito às Condições de Vida e Rendimentos, feito anualmente, e do Inquérito às Despesas das Famílias, levado a cabo de cinco em cinco anos, ambos pelo Instituto Nacional de Estatística.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.