Sistemas europeus de saúde: Portugal está em 25º lugar

Índice divulgado pela Health Consumer Powerhouse

17 maio 2012
  |  Partilhar:

Portugal encontra-se em 25º lugar na classificação de sistemas de cuidados de saúde de 34 países europeus, que foi divulgada pela organização Health Consumer Powerhouse, e que chama a atenção para os "longos tempos de espera" e os "resultados "medíocres".

 

Com um total de 589 pontos em mil possíveis no conjunto de 42 indicadores de desempenho, Portugal desceu quatro posições relativamente à posição que ocupava em 2009, e é agora o sétimo país da União Europeia com pior resultado, surgindo na lista, apenas à frente de Lituânia, Polónia, Hungria, Albânia, Macedónia, Letónia, Roménia, Bulgária e Sérvia, país que se encontra na “cauda” da tabela, com 451 pontos.

 

O inquérito anual dos cuidados de saúde na Europa, ao qual a agência Lusa teve acesso, revelou que no extremo oposto encontra-se a Holanda que lidera com 872 pontos, seguida da Dinamarca (822), da Islândia (799), do Luxemburgo (791) e da Bélgica (783).

 

De acordo com o diretor de investigação do Euro Health Consumer Index, Arne Björnberg, “parte-se do princípio que a crise económica dos últimos anos afetou Portugal e, por isso, não seria de esperar grandes melhorias na assistência médica”, mas a verdade é que “Portugal estagnou, enquanto outros países melhoraram”.

 

Segundo o mesmo responsável, Portugal tem um bom nível na assistência médica utilizando a internet, mas esta modernização não reflete as condições gerais de assistência médica.

 

“As esperas são demasiado longas e os resultados medíocres”, assinala.

 

Como nota positiva, o estudo indica que “o sistema é suficientemente inclusivo e existe um bom acesso a operações cirúrgicas renais e a cataratas”.

 

Publicado pela primeira vez em 2005, o índice é compilado pela Health Consumer Powerhouse, uma organização sueca especializada na informação aos consumidores sobre cuidados de saúde, que garante compilar a classificação a partir de um conjunto de estatísticas públicas, sondagens aos utentes e pesquisa independente.

 

O índice traduz a classificação anual dos sistemas de saúde nacionais da Europa em cinco áreas: direitos e informação dos pacientes, listas de espera para tratamento, prevenção, âmbito e alcance dos serviços prestados e a área farmacêutica.

 

A classificação abrange os 27 Estados-membros da União Europeia e outros sete países europeus: Islândia, Suíça, Noruega, Croácia, Albânia, Macedónia e Sérvia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.