Sistema imunológico reconhece mais agentes patogénicos

Hidratos de carbono bacteriológicos activam a resposta imunitária

31 maio 2004
  |  Partilhar:

Peritos em Medicina da Universidade de Harvard (EUA) descobriram que certos hidratos de carbono bacteriológicos activam a resposta imunitária das células ou linfócitos T, abrindo novas vias para a sua detecção e destruição.A descoberta, noticiada sexta-feira pela revista «Cell», significa que o sistema imunológico celular tem capacidade para reconhecer um espectro de organismos e moléculas patogénicas mais amplo do que se imaginava.Para a equipa de investigadores, dirigida pelo professor de Microbiologia e Genética Molecular Dennis Kasper, este trabalho poderá ser útil para o desenvolvimento de vacinas ou para a modificação da resposta imunitária para se obterem resultados mais favoráveis perante inflamações e infecções.No artigo da «Cell», Dennis Kasper descreve como certos hidratos de carbono muito importantes que se localizam na superfície de células bacteriológicas são utilizados pelo sistema imunológico mediante um mecanismo muito diferente do que os cientistas concebiam anteriormente.Trata-se de hidratos de carbono bacteriológicos «zwitteriónicos», que são «introduzidos nas células portadoras de antigénio para se submeterem a um processo de degradação que recorre ao óxido nítrico, o que provoca, de forma subsequente, a activação dos linfócitos CD4+T, que procedem á sua detecção e destruição».Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.