Síndrome do ovário poliquístico e a diabetes: como estão associados?

Estudo publicado no “American Journal of Physiology-Endocrinology and Metabolism”

09 junho 2015
  |  Partilhar:

Investigadores americanos constataram que a inflamação é a causa do aumento do risco da diabetes em 50% das mulheres com síndrome do ovário poliquístico (SPO), dá conta um estudo publicado no “American Journal of Physiology-Endocrinology and Metabolism”.
 

A ingestão de alimentos causa um aumento dos níveis de glucose no sangue que o organismo absorve com a insulina. Esta hormona é produzida pelas células-β no pâncreas e é libertada em duas fases. Imediatamente após uma refeição ser consumida quando a insulina armazenada nas células é libertada, e mais tarde, após a refeição, quando a nova insulina sintetizada é libertada. A capacidade reduzida de secretar insulina conduz a níveis elevados e glucose no sangue.
 

Nas pacientes com SOP, o aumento dos níveis de glucose no sangue após as refeições estimula as células imunitárias a ativar uma resposta inflamatória. Este processo, que não ocorre nas mulheres saudáveis, impede a ação da insulina, conduzindo à resistência à insulina e desenvolvimento da diabetes tipo 2. Alguns estudos têm também sugerido que a inflamação afeta a secreção da insulina.
 

Neste estudo os investigadores liderados por Frank González, da Escola de Medicina da Universidade de Indiana, nos EUA, decidiram averiguar se a inflamação era a causa do mau funcionamento das células-β pancreáticas.
 

Os investigadores mediram os níveis de insulina e de proteínas inflamatórias em mulheres com SOP, mas com níveis normais de glucose no sangue.
 

O estudo apurou que as células-β pancreáticas das mulheres obesas SOP tinham um desempenho mais baixo que as células das mulheres sem SOP. Adicionalmente verificou-se que as mulheres magras e as obesas com SOP tinham uma maior ativação da resposta inflamatória, comparativamente com as mulheres magras sem SOP.
 

Os investigadores apuraram ainda que a funcionalidade das células-β pancreáticas ficava mais afetada à mediada que os níveis de inflamação aumentavam.
 

"Os nossos resultados chamam a atenção para a necessidade de uma investigação mais profunda de forma a determinar o mecanismo pelo qual a inflamação interage com as células-β pancreáticas para aumentar o risco de diabetes na síndrome do ovário poliquístico", concluem os autores do estudo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.