Síndroma do intestino irritável afecta mais de 2 milhões de portugueses

Alerta da SPED

17 fevereiro 2007
  |  Partilhar:

 

A Síndroma do Intestino Irritável afecta actualmente mais de dois milhões de portugueses mas a sua origem permanece desconhecida, revelou o presidente da Sociedade Portuguesa de Endoscopia Digestiva (SPED).
 

 

De acordo com Venâncio Mendes, "em Portugal, à semelhança do que sucede na Europa em geral, 20 a 25% das pessoas sofrem desta doença", que não é preocupante em si mas pode camuflar outros problemas mais sérios.
 

"A doença do intestino irritável é uma patologia funcional, não inflamatória, e que não evolui para nada de maligno mas é preciso estar atento à duração dos sintomas e à sua recorrência", declarou o gastrenterologista.
 

 

O emagrecimento do doente, a perda de sangue nas fezes e a alteração do trânsito intestinal, com alternância entre episódios de obstipação e diarreia, são - segundo o especialista - "sinais de alerta" para a hipótese de "existir uma doença mais grave escondida".
 

 

Ainda segundo Venâncio Mendes, os últimos números fiáveis disponíveis nesta área revelam que, "em 2004, morreram 3.235 portugueses devido ao Cancro Cólon-rectal" e que a taxa de mortalidade associada a esta doença "aumentou 80% entre 1980 e 2001".
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.