Sida: Tratamento antirretroviral deve ser iniciado precocemente

Estudo apresentado no 13th Conference on Retroviruses and Opportunistic Infections

02 março 2006
  |  Partilhar:

 

A forma mais eficaz de combater o vírus da Sida e reduzir complicações graves é iniciar o mais cedo possível, depois da infecção, um tratamento combinado de antirretrovirais, assinala um estudo apresentado recentemente nos EUA.
 

 

"Começar uma terapia com um tratamento antirretroviral altamente activo desde o início da infecção poderá reduzir de forma importante os riscos de efeitos secundários graves ligados a esses medicamentos", explicaram os investigadores no 13th Conference on Retroviruses and Opportunistic Infections, que decorreu recentemente em Denver, EUA.
 

 

Os investigadores descobriram que os seropositivos que começam a tomar um cocktail de antirretrovirais no princípio da infecção, e continuam o tratamento sem descontinuidade, correm menos 60 por cento de riscos de insuficiência renal e de lipoatrofia (perda localizada ou generalizada dos tecidos adiposos do organismo). Os riscos de neuropatia periférica, outra complicação possível que afecta o sistema nervoso, também foram reduzidos em 30 por cento.
 

 

Na investigação foram analisados os casos médicos de 2.034 pessoas infectadas com o vírus da Sida em oito cidades norte-americanas.
 

 

Fonte: Lusa
 

Médicos na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.