SIDA deixa milhares de crianças sul-africanas vítimas de fome e doenças
22 junho 2001
  |  Partilhar:

Muitas crianças sul-africanas que a SIDA deixou órfãs passam fome e sofrem doenças, enquanto outras recorrerem à prostituição para sobreviver, denuncia um estudo divulgado em Joanesburgo.
 

 

A investigação, promovida pela Fundação Nelson Mandela para a Criança, detectou num só caso seis crianças que viviam sozinhas há cerca de ano e meio e inúmeros adolescentes que se prostituíam para poderem comer.
 

 

Na África do Sul, uma em cada nove pessoas é portadora do vírus da SIDA, calculando o Governo entre 600 e 800 mil o número de crianças que a doença deixou órfãs.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.