Sida: Cientistas afirmam que epidemia começou com picada de mosca
15 março 2002
  |  Partilhar:

A sida pode ter passado do macaco para o homem, em África, através da intervenção de uma mosca, a Stomoxys calcitrans, afirmam investigadores alemães do Instituto Max Planck.
 

 

Os cientistas, dirigidos por Gerhard Brandner, apresentam a sua controversa teoria em tese que vai merecer publicação na revista científica "Naturwissenschaften".
 

 

Defendem que a transmissão foi possível porque em África são tradicionalmente caçados muitos primatas cuja carne é vendida em mercados ao ar livre infestados de moscas.
 

 

Brandner e a sua equipa argumentam que a mosca em questão tem hábitos alimentares diferentes de outros insectos semelhantes.
 

 

A maioria das moscas que picam limita-se a "beber" o sangue do animal ou pessoa afectados, mas a "stomoxys calcitrans" raspa a pele, "vomitando" o sangue que não conseguiu ingerir da sua picada anterior, que pode estar infectado com o vírus da Sida.
 

 

Brandner e o seu colega Werner Kloft demonstraram em 1992 que diferentes estirpes do vírus da Sida sobrevivem nos "vómitos" destas moscas, já que "a parte dianteira do seu intestino, onde se armazena o sangue que depois é vomitado, está livre de enzimas".
 

 

Para David Mabey, professor da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, esta teoria, que será publicada em simultâneo na revista britânica "New Scientist", é uma "tese interessante", mas "o problema de histórias como esta é que desviam a atenção do problema principal".
 

 

E o problema principal é que "90 por cento das infecções ocorrem como consequência de relações sexuais sem protecção ou na transmissão da mãe para o filho", pelo que "o importante continua a ser a protecção nas relações sexuais, em vez de preocupações sobre a possível picada de uma mosca", salienta Mabey.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.