Sida atinge mais portuguesas

Seminário em Lisboa debate aumento de número de infectados

29 outubro 2001
  |  Partilhar:

O número de mulheres portuguesas infectadas com HIV tem vindo a aumentar, sobretudo entre as heterossexuais e as toxicodependentes. Nos primeiros seis meses de 2001 foram já diagnosticados 88 casos.
 

 

De acordo com dados do Centro de Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis (CVEDT) do Instituto Nacional de Saúde, desde 1983 e até Junho deste ano foram notificadas 3721 casos de infecção por HIV/sida em mulheres portuguesas.
 

 

As autoridades admitem que aquele número possa ascender a 7500, tendo em conta a sub-notificação que ainda existe em Portugal, de que é exemplo a diferença entre o total de casos notificados à Comissão Nacional de Luta contra a Sida (17 858) e as estimativas da ONU para Portugal (entre 29 a 43 mil infectados).
 

 

A incidência da infecção nas mulheres e os contornos de transmissão do vírus são dois dos temas em debate num seminário organizado pela Comissão Nacional de Luta contra a Sida (CNLCS), que tem início hoje, em Lisboa.
 

 

Intitulado «As Mulheres e a Sida», visa apresentar a rede europeia Women Network Phase, criada no final de 2000, e que integra Portugal, Espanha, Holanda, Alemanha, Áustria, Grécia, Irlanda, Itália, Reino Unido e Suécia.
 

 

Diário de Motícias
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.