Sida atinge 40% das grávidas imigrantes

Dados da Maternidade Alfredo da Costa

18 abril 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

 

Cerca de 40 por cento das grávidas infectadas com o HIV atendidas pela Maternidade Alfredo da Costa, em 2004, eram imigrantes, revelou a médica Cristina Guerreiro, num seminário sobre a saúde das mulheres imigrantes, que se realizou recentemente, em Lisboa.
 

 

«No ano passado, entre 30 a 40 por cento das mulheres infectadas com sida eram imigrantes, sobretudo de países africanos», afirmou a médica, sem precisar o número de mulheres atendidas na maternidade. Cristina Guerreiro indicou ainda que 10 por cento dos seis mil partos que a maternidade realiza por ano são de imigrantes.
 

 

A falta de coordenação entre os serviços é um dos maiores problemas com que os técnicos de saúde se deparam nos hospitais. «O acesso aos sistema de saúde é gratuito na gravidez, o que está a falhar é a coordenação dos vários sectores», sublinhou.
 

 

Fonte: Jornal de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.