Sida afecta mais de 25 milhões em África
22 junho 2001
  |  Partilhar:

O continente africano é o mais devastado pela SIDA com 25,3 milhões de infectados e 12 milhões de órfãos, e deverá, por isso, dominar os debates na sessão especial da Assembleia Geral das Nações Unidas sobre a doença.
 

 

Na sessão especial, que se realiza entre segunda e quarta-feira, em Nova Iorque, participam mais de três mil pessoas, incluindo 24 chefes de Estado e de governo e seis vice-presidentes de mais de 100 países.
 

 

O objectivo desta reunião de três dias, em Nova Iorque, é produzir uma declaração final e definir objectivos para travar o aumento e começar a reduzir a propagação do HIV/Sida até ao ano 2015.
 

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), do total de 36,1 milhões de infectados em todo o mundo, 25,3 milhões dizem respeito à África Sub-saariana.
 

 

 

Desde que a doença foi detectada, em 1981, já morreram 21,8 milhões de pessoas em todo o mundo, 20 milhões das quais em África.
 

 

Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.