Shoppings da saúde em todos os distritos do país

Grupo privado vai investir 1239 milhões de euros

26 agosto 2007
  |  Partilhar:

Fazer análises clínicas, uma radiografia, ir a uma consulta de oftalmologia ou clínica geral no mesmo dia e no mesmo espaço onde pode ir ao restaurante, ao banco, à lavandaria ou ao ginásio poderá ser possível num dos 25 "centros comerciais da saúde" que um grupo privado quer criar em Portugal nos próximos anos. Pelo menos um por distrito.
 

 

O projecto ainda não saiu do papel, mas o seu coordenador, o ex-deputado do PSD Nuno Delerue, afirma que já tem manifestação de interesse de entidades clínicas suficiente para ocupar metade dos espaços.
 

 

A ideia das chamadas "Casas da Saúde" é permitir ao utente, munido de um equipamento electrónico que lhe permita saber daí a quanto tempo terá consulta, por exemplo, andar pelo espaço e ir à farmácia, ao oculista, ao cabeleireiro ou à lavandaria. "A sala de espera lúgubre desaparece", afirma o responsável.
 

 

Fonte: Público
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.