Sexta é pior dia para ter alta hospitalar

Estudo explica razões

07 agosto 2002
  |  Partilhar:

As sextas-feiras não são bons dias para ter alta de um hospital, caso esteja internado, sugere um estudo canadiano publicado recentemente.
 

 

A pesquisa, efectuada por uma equipa da Universidade de Toronto, refere que os pacientes que recebem alta do hospital na sexta-feira têm um risco maior de morrer ou de precisar de uma nova internação 30 dias após a saída, em comparação com os doentes que saem noutros dias da semana.
 

 

Para Carl van Walraven e Chaim M. Bell, investigadores que lideraram o estudo, existem diversas razões que explicam este fenómeno. «Os doentes que recebem alta na sexta-feira podem estar mais "instáveis" do que os outros durante esse período, ou, por exemplo, terem tido mais problemas para coordenar os cuidados pós-internamento durante o fim-de-semana», explicou Walraven à agência Reuters.
 

 

Mas existem outros factores, segundo indicaram os médicos. «Os doentes com alta no fim-de-semana podem ter de adiar o início dos cuidados em casa até segunda-feira ou terça-feira». Isto porque, continuou o especialista, « podem ter problemas para entrar em contacto com o médico de família no caso de sofrer um problema urgente.»
 

 

Falha médica ?
 

 

Além destas explicações, Van Walraven também sugere que, como a sexta-feira é o dia em que mais pacientes recebem alta, o facto da equipa hospitalar estar tão ocupada influencia as capacidades de tomada de decisões dos profissionais. «Se médicos e enfermeiras estão especialmente ocupados na sexta-feira, claro que podem cometer mais falhas com as altas nesse dia que vão afectar os resultados futuros».
 

 

No entanto, sublinhou o investigador, não existem dados precisos sobre se a sexta-feira é o dia em que se dão mais altas. Mas, o que estudos anteriores apontaram é que existe uma clara tendência para que as altas sejam dadas antes do fim-de-semana. «Os pacientes podem desejar deixar o hospital para passar o fim de semana com a família ou, por outro lado, os resultados podem simplesmente estar relacionados ao acaso», comentou.
 

 

Seja qual for a explicação, os doentes vão continuar a deixar o hospital na sexta-feira. Por isso, Van Walraven recomendou aos médicos para que tenham esses resultados em mente ao autorizar a alta. «Precisamos determinar o que causa esta relação», afirmou, acrescentando que só determinando a causa da associação se poderá desenvolver e testar intervenções que melhorem os resultados após a alta.
 

 

Números
 

 

A equipa de Toronto baseou os resultados numa análise de registros médicos de cerca de 2,5 milhões de pacientes que receberam alta de hospitais de Ontário, entre 1990 e 2000.
 

 

Os investigadores verificaram que o dia em que se efectuaram amis altas foi a sexta-feira. No entanto, a probabilidade de re-internamento ou morte, até 30 dias depois do internamento, foi quatro por cento maior dentro do grupo de pacientes que saíram na sexta-feira.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.