Sexo faz bem à próstata

Ejaculação frequente protege os homens do cancro

12 abril 2004
  |  Partilhar:

 A actividade sexual não provoca cancro na próstata. E os homens que ejaculam frequentemente podem até estar a proteger-se contra a doença.Segundo um estudo norte-americano, que envolveu mais de 29 mil homens saudáveis e acompanhou o sexo em todas as formas, inclusive a masturbação e a ejaculação nocturna, confirma os resultados de uma outra investigação menor feita na Austrália e divulgada em Julho. Até agora, os estudos tentavam comprovar a hipótese de que o sexo frequente poderia causar cancro na próstata, isto baseado na ideia de uma maior produção de testosterona (hormona masculina) poderia levar ao crescimento das células da próstata, segundo o coordenador do estudo, Michael Leitzmann.Mas o novo estudo concluiu que «a frequência da ejaculação não está relacionada a um risco elevado. Não há efeito adverso. E maiores elevações na ejaculação parecem proteger o homem contra o cancro da próstata», disse Leitzmann, médico e investigador no Instituto Nacional do Cancro, dos EUA.O estudo sugere que a ejaculação frequente pode diminuir a concentração de «substâncias químicas cancerígenas, que prontamente se acumulam no fluido prostático», e reduzir o desenvolvimento de cristalóides, «que são associados ao cancro da próstata em alguns homens».A próstata é uma pequena glândula que produz alguns dos fluidos do sémen. O cancro da próstata é o segundo mais comum entre os homens norte-americanos, apenas superado pelo de pele. No entanto, é facilmente tratável, desde que diagnosticado prematuramente.O novo estudo, publicado numa edição recente da Revista da Associação Médica Americana (Jama), foi baseado numa pesquisa iniciada em 1986 a respeito de várias questões de saúde, com homens que no início tinham entre 40 e 75 anos.Em 1992, os investigadores pediram que descrevessem quantas ejaculações tiveram por mês entre os 20 e 29 anos; os 40 e 49 anos e no ano anterior. Numa fase posterior, os cientistas analisaram quantos tinham desenvolvido cancro na próstata.O estudo anterior feito na Austrália já tinha mostrado que, quanto mais os homens ejaculam entre os 20 e os 50 anos, menor era a probabilidade de desenvolver a doença. Este estudo acompanhou 1.079 homens doentes e 1.259 saudáveis. Os praticantes de sexo, pelo menos uma vez por dia, entre os 20 e 29 anos tinham menos um terço de probabilidade de ficarem doentes.Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.