Serviços de saúde devem ser mais humanizados

Apelo do director-geral da Saúde

16 junho 2011
  |  Partilhar:

Os serviços de saúde devem estar preparados para dar respostas eficazes aos doentes no sentido de melhorar os aspectos da humanização, factor que deve ser considerado um indicador de qualidade, segundo declarações do director-geral da Saúde, Francisco George, ao jornal “Correio da Manhã”.

 

“Os tempos de espera para uma consulta é um indicador de humanização e quanto melhor estiverem os serviços preparados melhor podem ser adoptadas as medidas centradas no cidadão”, afirmou Francisco George ao mesmo jornal, após o I Fórum Nacional da Humanização na Saúde, subordinado ao tema “A Cuidar do Doente e da Pessoa”, que decorreu esta semana na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

 

Segundo o director-geral da Saúde, todas as reclamações apresentadas pelos cidadãos através do programa “Sim, Cidadão”, um sistema de reclamação que existe em todas as unidades de saúde, “são analisadas e, quando é possível encontrar uma solução, é implementada, apesar de nem sempre ser possível”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.