Sequenciados genomas do parasita da malária e do mosquito que o transmite

Estudos publicados nas revistas Science e Nature

02 outubro 2002
  |  Partilhar:

Os genomas do parasita que causa as formas mais agressivas de malária, o Plasmodium falciparum e da espécie de mosquito que mais transmite esta doença aos seres humanos Anopheles gambiae foram sequenciados e são esta semana publicados nas revistas "Nature" e "Science". Pela primeira vez na história, o homem pode ler ao mesmo tempo as instruções genéticas de um micro-organismo que causa uma doença humana, do vector que a transmite entre as populações e do próprio homem. Da comparação dos três genomas poderão resultar novos medicamentos e talvez uma vacina.
 

 

"Este é um momento extraordinário na história da ciência. Finalmente, o enorme potencial da tecnologia moderna está a penetrar nos mistérios de uma doença antiga que ainda hoje mata milhões de pessoas", afirmou Carlos Morel, da Organização Mundial de Saúde, numa conferência de imprensa realizada ontem em Londres, em simultâneo com uma outra em Washington, nos EUA, para divulgar a sequenciação dos dois genomas.
 

 

Leia tudo sobre esta notícia no Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.